Blog

22/05/2019
Ciclo da procrastinação



Quem nunca se pegou tendo algo importante pra fazer, mas quando viu estava fazendo outra ação que não tinha nada a ver com o planejamento inicial? A procrastinação é algo comum na vida das pessoas e pode ser definida como uma evitação ou adiamento de uma atividade de forma que isso gere prejuízos ou desconforto para o procrastinador. Contudo, para algumas pessoas isso pode se tornar algo crônico e que gera muitos problemas.

Deixar pra fazer algo depois pode ser uma forma de lidar com o desconforto que sentimos diante de uma atividade. Se no curto prazo isso gera um alívio, ao longo prazo é mais provável que você sinta um desconforto ainda maior quando precisar fazer a mesma atividade.

Um dos fatores que podem contribuir para a procrastinação é a nossa própria forma de pensar diante de uma situação. Algumas pessoas podem pensar que não são boas o suficiente pra fazer a atividade, que ainda tem muito tempo ou que vão deixar pra fazer quando estiverem mais motivadas. Identificar esses pensamentos sabotadores e as emoções geradas por uma atividade é um passo fundamental.

Algumas coisas práticas que podem te ajudar é dividir uma tarefa em várias etapas menores e mais simples. Crie uma lista com todas as atividades que você tem pra fazer com uma ordem de importância e facilidade pra ir fazendo cada uma delas aos poucos. Identificar o que funciona como distração como conferir as redes sociais com frequência, deixar o celular por perto ou ficar olhando os emails é importante. Você também pode estipular um tempo pra fazer cada atividade, como por exemplo ficar 25 minutos lendo e 5 minutos descansando antes de voltar a ler. E o principal é se lembrar que a ação vem antes da motivação, esperar estar motivado pode fazer com que você procrastine ainda mais.

E aí, você tem tido problemas por procrastinar muito? Saiba que a terapia pode te ajudar a lidar com esse problema e com o desconforto gerado por ele. Caso precise de ajuda, procure um psicólogo.

< voltar